Menu Fechar

A Arte no Tempo é uma associação cultural sem fins lucrativos que tem como objectivo a divulgação da arte musical contemporânea através da promoção de eventos, do incentivo à criação e à interpretação, da edição e da realização de actividades performativas, podendo, para tal, estabelecer relações com outras formas de expressão artística. Na sua origem estão projectos como as Jornadas Nova Música (1997-2001) e o festival Aveiro_Síntese (2002). Por sua vez, a Arte no Tempo encontra-se na origem de projectos que entretanto se autonomizaram, como a Orquestra XXI (formação de jovens músicos portugueses residentes no estrangeiro surgida em 2013, para a qual foi criada em 2017 uma nova associação dedicada) e, em 2015, o 1º congresso EAW (com o qual a Arte no Tempo não mantém actualmente qualquer relação).

No biénio de 2018-19, com o apoio sustentado da Direcção Geral das Artes e um apoio do Município de Aveiro, a acção da Arte no Tempo consolida-se em torno das bienais Aveiro_Síntese e Reencontros de Música Contemporânea, complementada por um vasto conjunto de actividades de formação– quer de músicos (nomeadamente, Nova Música para Novos Músicos), quer de públicos (Crescer com a Música, Que música ouvimos?)– assim como pela criação de novas actividades, de que são exemplo o agrupamento ars ad hoc e o Festival Itinerante de Percussão, a que se soma a linha de itinerância estrada fora.