Menu Fechar

Ricardo Gaspar

Ricardo Gaspar (Lisboa, 1991) começou os seus estudos musicais aos 8 anos na Fundação Musical dos Amigos das Crianças, tendo-se licenciado, em 2012, pela Escola Superior de Música de Lisboa, na classe do Prof. Pedro Muñoz. Em 2014, terminou o Master of Arts (mestrado) na Royal Academy of Music, em Londres, sendo-lhe atribuído o DipRAM (performance de excelência no recital final), o Paton Award e o Sir Arthur Bliss Prize. Entre 2009 e 2012, foi bolseiro da Orquestra Sinfónica Juvenil/Fundação EDP, tendo-se apresentado a solo com esta orquestra. Como instrumentista de orquestra, foi membro da European Union Youth Orchestra, colabora com a Orquestra Sinfónica Portuguesa e integrou em 2012/13 o String Scheme da London Symphony Orchestra, trabalhando com Maestros como Vladimir Ashkenazy, Pablo Heras-Casado, Semyon Bychkov, Sir Mark Elder, Gianandrea Noseda, Bernard Haitink e Valery Gergiev. Frequentou ainda cursos e masterclasses de viola com Ana Bela Chaves, Diemut Poppen, Garth Knox, Igor Sulyga, Thomas Riebl, Yuri Bashmet e Maxim Vengerov, e de Música de Câmara com Pavel Gomziakov e David Finckel. Em 2012, foi vencedor do Prémio Jovens Músicos e do Prémio Maestro Silva Pereira/Jovem Músico do Ano, tendo-se apresentado a solo com a Orquestra Gulbenkian, a Orquestra Metropolitana de Lisboa e a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras. Em 2013, participou no 31º Festival de Leiria, interpretando a Sinfonia Concertante de Mozart, com Pedro Meireles, o maestro Rui Pinheiro e a Orquestra Gulbenkian, assim como no “Young Europeans Concert”, no National Concert Hall, em Dublin, tendo interpretado “Lachrymae”, de Benjamin Britten com a Orquestra da Rádio e Televisão da Irlanda, sob a direcção de Jean-Luc Tingaud. Ao nível da música de câmara, apresentou-se na Casa da Música (Porto) e no prestigiado Wigmore Hall em Londres, como Principal Viola dos Royal Academy Soloists, tendo gravado também com esta formação um arranjo para agrupamento de câmara da Sinfonia nº 2 de Anton Bruckner, sob a direcção de Trevor Pinnock. É membro do Trio Portucale, com o qual conquistou o 1º prémio de música de câmara – nível superior, na 28ª edição do Prémio Jovens Músicos, em 2014.
Em Novembro de 2014 participou no 42.° Congresso Internacional de Viola d’Arco, realizado no Porto, e no Verão de 2015 foi tutor de viola da Jovem Orquestra Portuguesa, tendo-se apresentado a solo com a Sinfonia Concertante de Mozart nas Konzerthaus de Kassel e Berlin. Em 2016, Ricardo foi premiado no Concurso Internacional de Viola “Lionel Tertis”, na Ilha de Man. Durante os seus estudos foi bolseiro do Santander Universities UK, Helen Worswick Scholarship, Leverhulme Trust scholarship e da Fundação Calouste Gulbenkian. Ricardo Gaspar estuda actualmente na International Menuhin Music Academy, na Suiça, com Ivan Vukcevic e sob a direcção artística de Maxim Vengerov.

(última actualização: Setembro de 2018)

Scroll Up