Menu Fechar

Ensinar o computador a ouvir

QUARTA-FEIRA, 3 MAIO

14:30 | Sala Estúdio do Teatro Aveirense

[≥ 15 anos]

Gilberto Bernardes formador

Matemática e música têm encontrado desde tempos imemoráveis, que remontam pelo menos à  civilização grega clássica, um espaço profícuo de interação. Nesta estreita relação insere-se um importante capítulo que até hoje tem ocupado amplamente os investigadores de ambas as áreas: a representação matemática da percepção e cognição musicais. Neste workshop, serão desvendadas algumas das mais ricas representações matemáticas de espaços tonais desde o Tonnetz de Leonhard Euler até ao recentemente proposto Tonal Interval Space — espaço tonal apresentado pelo formador em 2015 — no qual a percepção e cognição das estruturas musicais tonais dentro da tradição Ocidental são expressas como distâncias. Aplicações algorítmicas deste espaço para auxiliar o computador numa escuta mais informada serão abordadas no final do workshop de um ponto de vista prático. Serão dados a conhecer mecanismos computacionais usados hoje em dia para resolver problemas de variada ordem, tais como: a identificação automática da tonalidade, geração de progressões harmónicas, harmonização de melodias e controlo automático do pedal na interpretação pianística.

Scroll Up