Menu Fechar

EAW

Estabelecida em 2014, a ‘Electroacoustic Winds’ foi pensada enquanto plataforma de comunicação do CIME (Centro de Investigação em Música Electroacústica do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro), procurando associar a difusão do trabalho realizado naquele estúdio ao estabelecimento de relações com parceiros internacionais.

Em 2015, sob um forte impulso da Arte no Tempo, que maioritariamente o programou e que o produziu, foi organizado o I Congresso Internacional de Música Electroacústica de Aveiro – ‘Electroacoustic Winds 2015‘– numa parceria CIME / INET-md (Aveiro) / Arte no Tempo– tendo como figuras centrais os compositores como John Chowning (1934), Jean-Claude Risset (1938-2016) e Daria Semegen (1946), a que se juntaram investigadores como Michael Iber, Ludger Brümmer, António Sousa Dias e Luís Antunes Pena, entre outros.


O EAW 2015 incluiu ainda um conjunto de acções de formação para músicos e técnicos e, para um público mais abrangente, conferências e concertos, perseguindo o duplo objectivo de incentivar a investigação e a partilha de conhecimento e, simultaneamente, divulgar e fazer fruir um género musical de que o público se encontra ainda pouco próximo, acreditando-se que é no confronto com objetos artísticos do mais elevado interesse que se conquista um novo público.

Após a realização do EAW 2015 e a publicação das respectivas actas, a Arte no Tempo demarcou-se da organização do evento, dissolvendo a parceria estabelecida com o CIME. 

Scroll Up