Menu Fechar

Mário Teixeira

Mário Teixeira (1970) é formado pela Escola Profissional de Música de Espinho (EPME) com Carlos Voss, pela Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo com Miquel Bernat e, ainda, pelo Conservatório Superior de Roterdão com Robert Van Sice. É também Mestre e Doutor pela Universidade de Aveiro, com as dissertações “A interpretação da música japonesa para Marimba” e “O Tai Chi Chuan na Percussão”.
Estreou numerosas obras para ensemble contemporâneo, para grupo de percussão, música de câmara e solo. Dedicando-se essencialmente à música contemporânea, os seus interesses passam também pela música clássica, tendo variadas experiências no âmbito do Jazz e do Rock.
Tocou com Henry Bock, Ivan Monighetti, Maria Schneider, Umo Jazz Orchestra, Maria João, John Zorn, Pedro Burmester, Fausto Neves, entre outros. Colaborou com as orquestras Régie Sinfonia, Orquestra do Norte, Orquestra Nacional do Porto, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Oficina Musical, Orquestra da EPME, Círculo Portuense de Ópera, Ictus Ensemble (Bélgica), Plural Ensemble (Espanha), Quarteto de Pianos de Madrid, Orquestra Gulbenkian e Coro Gulbenkian. Leccionou nos Conservatórios de Aveiro e Braga, assim como na Escola Profissional de Música de Espinho.
Lecciona percussão na Universidade de Aveiro desde 1999.
É membro fundador Drumming – Grupo de Percussão, membro do Remix Ensemble, do grupo Performa, Camerata Nov’arte e do Magnet Duo. É praticante de Tai Chi Chuan.

(última actualização: Fevereiro de 2018)

Scroll Up