Menu Fechar

Marco Fernandes

Marco Fernandes (Arrentela – Seixal, 1986) iniciou a sua aprendizagem em percussão na Escola de Música da Sociedade Filarmónica União Arrentelense. Prosseguiu os estudos musicais na Escola Profissional de Música e Artes de Almada, com José Carinhas e Lídio Correia, e na Escola de Música do Conservatório Nacional, com Carlos Voss e Carlos Girão. Em 2005, ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa, onde trabalhou com Carlos Voss e Abel Cardoso. Concluiu a Licenciatura em Música – Ramo de Interpretação (variante percussão) na Universidade de Évora, com Eduardo Lopes.
É Mestre em música, especialidade percussão, pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde trabalhou sob a orientação de Pedro Carneiro.
Tem colaborado com formações como Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Sinfonietta de Lisboa, Orquestra Nacional do Porto, OrchestrUtópica, Orquestra de Câmara Portuguesa, Lisbon Film Orchestra, Ensemble Mediterrain, Lusitanus Ensemble, Ensemble Contemporâneus, Lisbon Ensemble 20/21, Quarteto de Clarinetes de Lisboa, Quarteto Lopes-Graça, Quarteto Artemsax, Moscow Piano Quartet e Brass Factory, entre outras.
É actualmente professor coordenador na Metropolitana (Academia Superior de Orquestra, Escola Profissional Metropolitana, Conservatório de Música da Metropolitana) e professor assistente convidado no Departamento de Música da Escola de Artes da Universidade de Évora.
É também director artístico do grupo de percussão “Percussões da Metropolitana” e do Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior.
É artista das marcas Innovative Percussion Inc., Majestic Percussion e Zildjian Company.

(última actualização: 2018)

Scroll Up