Menu Fechar

João Quinteiro

JoaoQuinteiro

João Quinteiro nasceu em Lisboa em 1984. Inicia o estudo de música no Conservatório Regional de Música de Viseu, onde se dedica particularmente ao estudo de guitarra clássica com Paula Sobral e composição, como aluno da disciplina de Composição Livre, sob a orientação do Professor José Carlos Sousa, onde são esboçados os seus primeiros exercícios e estudos composicionais.
Realiza entre 2004 e 2009 a Licenciatura em Ensino de Música (Composição), na Universidade de Aveiro. No contexto desta estudou Composição com João Pedro Oliveira, Isabel Soveral e Evgueni Zouldikine. Estudou também Música Electrónica com Virgílio Melo, Isabel Soveral e João Pedro Oliveira. Concluiu a Licenciatura com a realização do estágio como Professor de Análise e Técnicas de Composição no Conservatório Regional de Música de Viseu e com a Dissertação Da ideia sensível ao objecto musical – A Intenção Expressiva como veículo de entendimento do processo criativo, sob a orientação da Professora Helena Santana. Após concluir a Licenciatura obtém o grau de Mestre em Filosofia, com especialização em Estética, entre 2010 e 2013, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde realiza a Dissertação Manifestações do sujeito-multiplicidade e do significado de Inconsciente em Fernando Pessoa na ópera ‘O Sonho’, de Pedro Amaral, sob a orientação conjunta do Professor João Pardana Constâncio e do Professor Paulo Pereira de Assis. Conclui, em 2013, o Mestrado em Composição (performance), na Universidade de Aveiro, onde realiza a dissertação ‘GOT LOST, linguagem e percepção na música de Helmut Lachenmann’, sob a orientação da Professora Helena Santana.
Frequentou diversos Workshops e Seminários com o Compositor Emmanuel Nunes, tanto na Fundação Gulbenkian, como na Casa da Música no Porto. Além dos Seminários com Emmanuel Nunes, participou também em diversos seminários, workshops e conferências com os Compositores Brian Farneyhough, Edson Zampronha, Staffan Mossenmark, Flô Menezes, Helmut Lachenmann, entre outros. Na área da estética participou também em conferências de Dtra. Scarlet Marton, Dtr. João Constâncio, Dtra. Maria Filomena Molder, Dtra. Maria Fornari, Dtr. João Nabais, e Dtr. Giuliano Campioni.
Como Jovem compositor teve a sua primeira obra estreada em 2007, num dos Workshops da Fundação Gulbenkian para Jovens Compositores, com o Compositor Emmanuel Nunes, onde a sua Piece with Graphic Title III foi seleccionada e interpretada em concerto pela Orquestra Gulbenkian, sob a direcção do Maestro Guillaume Bourgogne, com quem a segunda parte do Workshop decorreu. No ano seguinte, a convite do Compositor António Chagas Rosa, estreou no contexto dos Festivais de Outono a obra Oidche Shamhna, para três sets de percussão. Ainda em 2008 compôs para o saxofonista Jorge Silva a obra “Khatib’s Heart”, para Saxofone Barítono e dois percussionistas. Esta obra foi estreada no recital de final de Licenciatura em Saxofone do referido instrumentista. Em 2009, a convite do Maestro Pedro Figueiredo, compõe para o Ensemble 20/21 a obra reflexos sobre a pele, para um pequeno ensemble e trio de vibrafone, harpa e celesta, estreada em 2010 na Fundação Calouste Gulbenkian. Em 2011 estreia, com o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa, sob a direcção do mesmo Maestro, a obra Energeia, para ensemble misto.

(última actualização: Maio de 2013)

Scroll Up