Menu Fechar

Inês Simões

Inês Simões é um jovem soprano cuja versatilidade lhe permite cantar um vasto repertório, desde o Barroco à música contemporânea.
Trabalhou com os maestros Magnus Lindberg, Hannu Lintu, Paul McCreesh, Sian Edwards, Jean-Sébastien Béreau, Marcelo de Jesus, Nuno Côrte-Real, Rui Pinheiro e João Paulo Santos, os encenadores Kristiina Helin, Olivia Fuchs, Max Hoehn, Ricardo Neves-Neves, Claudio Hochmann, Fernanda Lapa, Figueira Cid e Alexandre Lyra Leite. Colaborou com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Ensemble Darcos e Ensemble Contemporaneus. Apresentou-se na Fundação Calouste Gulbenkian, Barbican Hall, Barbican Pit, Sadler’s Wells, London Coliseum, British Museum, Millennium Centre, Teatro Trindade, bem como nos festivais Dias da Música no CCB, Terras Sem Sombra, Música na Fábrica, Oxford Lieder Festival, Song in the City Concert, Grimeborne Festival e Tête-à-Tête e, ainda, na BBC Radio 3 In Tune e Antena 2.
Em ópera, sublinham-se a estreias mundiais de A Canção do Bandido, de Nuno Côrte-Real, Play, de Jamie Man, Tabacaria, de Luís Soldado e The Fisherman’s Brides, de Lucie Treacher, assim como as estreias nacionais de Onheama de João Guilherme Ripper, King Harald’s Saga, de Judith Weir, The Waiter’s Revenge, de Stephen Oliver e Hummus, de Zad Moultaka. Do repertório tradicional, soma os papéis de Contessa (Le Nozze di Figaro, de Mozart), Susanna (Il Segreto di Susanna, de Wolf-Ferrari), Gretel (Hansel und Gretel, de Humperdinck), Giulia (La Scala di Seta, de Rossini), Rita (Rita, de Donizetti), Clarice (Il Mondo della Luna, de Haydn), Bubikopf (Der Kaiser von Atlantis, de Ullmann), Aminta (Il Re Pastore, de Mozart) e Bastienne (Bastien und Bastienne, também de Mozart).
Em oratória, estreou-se no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, ao lado de Iestyn Davies em Solomon de Haendel, interpretando na temporada seguinte o Messias. Participou ainda em obras de Marcos de Portugal, Mozart, Rossini, Schubert, Rutter e Orff.
Grande entusiasta de música contemporânea, Inês Simões estreou mais de 10 obras encomendadas para a sua voz, destacado-se os compositores Jamie Man, Jug Markovitch, Nuno da Rocha, Igor C. Silva, Daniel Moreira, Pedro Faria Gomes, Federic Neyrinck e Miguel Azguime.
Tem desenvolvido uma longa colaboração com o pianista Daniel Godinho. O Duo Tágide apresenta-se regularmente por todo o país tendo, em 2015, lançado o CD Alma Ibérica pela Editora Discográfica Sonus Music, que visa a divulgação do repertório ibérico de canção lírica.

Scroll Up