Menu Fechar

Gérard Grisey

Gérard Grisey (Belfort, 1946 – Paris, 1998) estudou no Conservatório de Trossingen, Alemanha, entre 1963 e 1965, e no Conservatório Nacional Superior de Música de Paris, entre 1965 e 1972, onde foi distinguido nas classes de piano de acompanhamento, harmonia, contraponto, fuga e composição, tendo frenquentado a classe de Olivier Messiaen entre 1968 e 1972.
Paralelamente estudou também com Henri Dutilleux na Ecole Normale Supérieure de Musique, em 1968, e assistiu aos cursos de verão da Accademia Chigiana em Siena (1969) e aos seminários de Karlheinz Stockhausen, György Ligeti e Iannis Xenakis, em Darmstadt (1972).
Bolseiro da Villa Medici, em Roma, de 1972 a 1974, fundou o agrupamento L’Itinéraire com Tristan Murail, Roger Tessier e Michael Levinas, a que mais tarde se juntou Hugues Dufourt.
As suas obras Dérives, Périodes e Partiels encontram-se entre os primeiros títulos de música espectral.
Em 1974/75, estudou acústica com Emile Leipp na Universidade de Paris VI e, em 1980, fez o estágio no IRCAM. No mesmo ano, foi esteve em Berlim enquanto convidado DAAD (Deutscher Akademischer Austausch Dienst), após o que partiu para Berkeley, onde foi Professor de Teoria e Composição da Universidade da Califórnia (1982-1986).
Regressado à Europa, ensinou no Conservatório Nacional Superior de Música, em Paris, desde 1987, orientando diversos seminários de composição em França (Centre Acanthes, Lyon, Paris) e no estrangeiro (Darmstadt, Friburgo, Milão, Reggio Emilia, Oslo, Helsínquia, Malmö, Göteborg, Los Angeles, Stanford, Londres, Moscovo, Madrid, etc.)
Entre as suas obras, a maioria das quais resultante de encomenda de célebres instituições e agrupamentos internacionais, encontra-se Dérives [1973-1974], Jour, contre-jour [1978-1979], Tempus ex Machina [1979], Les Chants de l’Amour [1982-1984], Talea [1986], Le Temps et l’Ecume [1988-1989], Le Noir de l’Etoile [1989-1990], L’Icône paradoxale [1993-1994], Les Espaces Acoustiques [1974-1985] – um fenomenal ciclo de seis peças, Vortex Temporum [1994-1996] e Quatre chants pour franchir le seuil [1997-1998].

Scroll Up