Menu Fechar

E. Lopes e C. Bochmann [FIP]

Docente na Escola de Artes da Universidade de Évora, Eduardo Lopes é como um anfitrião nesta segunda edição do Festival Itinerante de Percussão.

O programa que se propõe apresentar a solo na noite de 29 de Dezembro (21h30) reflecte bem a ligação à universidade local, com uma obra para “bateria” que o próprio assina – Sid also waltzes (remembering MR) [1997] – e outra, em estreia absoluta, de um seu colega da mesma universidade, o compositor Christopher BochmannEssay XX (for six-piece Drum Set) [2019].

As estreias que associam Eduardo Lopes a Christopher Bochmann não ficam por aqui. Ao longo do 2º FIP, E. Lopes orienta a preparação de um septeto de percussão do mesmo compositor de origem britânica, com apresentação pública marcada para a noite de 30 de Dezembro (20h00), no concerto de encerramento do festival, que terá lugar na Sala Principal do Teatro Garcia de Resende.

Se para o segundo será mais difícil garantir lugar, para o primeiro, que decorre no Salão Nobre, recomenda-se a aquisição antecipada de ingressos.

[24. Dezembro. 2019]

Scroll Up