Menu Fechar

ars ad hoc com Garantir Cultura

A Arte no Tempo acaba de trazer a público um documentário realizado com o apoio do programa Garantir Cultura, com o qual pretende melhor divulgar um dos seus mais significativos projectos: o agrupamento de câmara ars ad hoc.

Criado em 2018 para divulgar, com os mais elevados padrões de exigência, as obras mais significativas do grande repertório, a par da mais recente criação musical, o ars ad hoc depressa se assumiu como um dos projectos artisticamente mais relevantes que a Arte no Tempo tem vindo a desenvolver. O surgimento de uma pandemia a meio da segunda temporada do agrupamento teve um efeito negativo na programação deste projecto que dava ainda os primeiros passos, mas esperamos que o impulso dado pelo programa Garantir Cultura, que apoiou a realização do documentário, complementado pela encomenda e publicação de uma partitura de Luís Neto da Costa (1993) para o ars ad hoc, venha a colher os devidos frutos na sua divulgação junto do público e de programadores.

Illustrate Internal Clouds é um septeto criado por Luís Neto da Costa em colaboração com os músicos do ars ad hoc, englobando todos os instrumentos que efectivamente o integram: flauta (Ricardo Carvalho), clarinete (Horácio Ferreira), piano (João Casimiro Almeida) e quarteto de cordas (Álvaro Pereira, Diogo Coelho, Ricardo Gaspar e Gonçalo Lélis).

Com esta obra, inaugura-se mais uma colecção de partituras Arte no Tempo, esta de música de câmara (Arte no Tempo / ars ad hoc), com edição musical de João Pais e design de Carlos Santos.

A partitura AnT 019/01, com o ISMN 979-0-9007520-4-8, está disponível por encomenda. No entanto, a obra só será apresentada em concerto pela primeira vez em Junho de 2022, pelo ars ad hoc, após o que poderá ser interpretada por outros agrupamentos.

Com o documentário ars ad hoc > ignição é possível conhecer um pouco da história do jovem agrupamento, ouvir os próprios músicos falar sobre o seu trabalho e as suas aspirações, assim como testemunhar a qualidade do seu trabalho através da audição de alguns excertos de interpretações suas de compositores como Inés Badalo (1989), João Carlos Pinto (1998), Ricardo Ribeiro (1971), Simon Steen-Andersen (1976) e Kristine Tjøgersen (1982), incluindo ainda clássicos como Claude Debussy (num arranjo de Tim Mulleman) e Gérard Grisey (1946 – 1998).

Kristine Tjøgersen (1982)
Adagio & Beethovenfest [2020]
encomenda: Fundação Centro Cultura de Belém
estreia: 04.09.2020, Aveiro, bienal Aveiro_Síntese, ars ad hoc

Ricardo Ribeiro (1971)
Kreise [2020-21]
encomenda: Fundação Centro de Cultural de Belém para os Dias da Música 2020
estreia: 30.08.2020, Aveiro, bienal Aveiro_Síntese, ars ad hoc
estreia da versão definitiva: 30.05.2021, Aveiro, Reencontros de Música Contemporânea, ars ad hoc

João Carlos Pinto (1998)
Studies for figures and forms [2020/21]
encomenda: Arte no Tempo, financiada pela DGArtes
estreia: 12.09.2021, Oslo, Litteraturhuset, ars ad hoc

Inés Badalo (1989)
Grid [2021]
encomenda: Arte no Tempo, financiada pela DGArtes
estreia: 07.10.2021, Aveiro, Tubo de Ensaio, Teatro Aveirense, hand werk

Simon Steen-Andersen (1976)
Quarteto de cordas nº 1 [1999]

Gérard Grisey (1946-1998)
Talea [1986]
encomenda: Radio France
estreia: 13.01.1987, Paris, Maison de Radio France, l’atelier de musique de Ville-d’Avray e Jean-Louis Petit

Claude Debussy (1862-1918)
Prélude à l’après-midi d’un faune [1894]
arranjo de Tim Mulleman

Luís Neto da Costa (1993)
Illustrate Internal Clouds [2021]
encomenda: Arte no Tempo, financiada pelo programa Garantir Cultura

[28.Dezembro.2021]

Scroll Up