Menu Fechar

André Godinho no MAN

Andre Godinho pl

Depois de uma sessão inaugural com sala cheia, a Arte no Tempo (AnT) prossegue esta noite com o ciclo “Música e Cinema”, no Museu Arte Nova (MAN).

Andre Godinho pl
Se os oradores do ciclo em curso podem ser intitulados de cinéfilos, a identidade do convidado de hoje mais dificilmente poderia dissociar-se do cinema. André Godinho estudou na Escola Superior de Teatro e Cinema, onde realizou “6 Minutos” (prémio Jovem Cineasta- Curtas Vila do Conde’02) e fez o Curso de Documentários Les Ateliers Varan, na Fundação Calouste Gulbenkian, onde realizou “Antes da Estreia”.
É também da autoria de André Godinho o filme “Ponto Morto”, que hoje poderá ser audiovisto no MAN (recupere-se o conceito de audiovisão abordado por Nuno Fonseca na semana anterior) e que servirá de pretexto para uma reflexão sobre a utilização da música na construção do filme, posta em confronto com a utilização no mesmo de outros elementos sonoros não musicais.
O realizador assina ainda filmes como “Riders”, “Namban Japan”, “MHM” (documentário sobre Manuel Hermínio Monteiro), “Faz Tudo Parte” (making of do concerto Três Cantos: José Mário Branco, Sérgio Godinho & Fausto) e “La Chambre Jaune“, tendo actualmente dois filmes em pós-produção: o documentário “No Trilho dos Naturalistas: Angola” e a curta “Fim da Fita”.
O convite para que A. Godinho viesse a Aveiro não se prende unicamente com o interesse da AnT em fazer ouvir o testemunho de um realizador sobre o seu próprio trabalho com a música. Na escolha deste autor pesou a sua longa e estreita relação quer com a música, quer com o cinema- expressões artísticas no seio das quais cresceu, filho de cineasta e de cantor/autor- bem como a diversidade e a dimensão estética do seu trabalho.
André Godinho realiza video para espectáculos de teatro, dança e ópera, nomeadamente com as companhias Teatro Praga e Cão Solteiro, com quem colabora não só como realizador, mas também como actor e co-criador. 
Na sessão desta noite ouvir-se-á música originalmente composta pelos PAUS para um filme de André Godinho.
O ciclo “Música e Cinema” completa-se a 16 de Outubro, decorridas as sessões de Carlos de Pontes Leça e Hugo Barreira.
…Sempre à quinta-feira, às 21h30, no auditório do MAN (com entrada pelo lado da Praça do Peixe – Casa de Chá Arte Nova).

Scroll Up