Menu Fechar

100º concerto do Quarteto de Matosinhos

QCMLOW

Na próxima quarta-feira, dia 15 de Maio, o Quarteto de Cordas de Matosinhos celebrará o seu 100º concerto com música portuguesa, às 21h00, no Teatro Constantino Nery (Matosinhos), acompanhado pelo pianista Pedro Burmester.
O evento coincide com a comemoração do centenário do nascimento de Helena Sá e Costa.

QCMLOW

“Ainda a meio da sua 6ª temporada, o 100º concerto do QCM é um notável acontecimento, considerando o curto período decorrido desde a sua apresentação pública ao município, em Outubro de 2007, tanto mais que a música de câmara não tem uma expressão muito visível na vida musical portuguesa.
Na semana anterior ao centenário do nascimento da grande pedagoga e pianista, o QCM homenageia Helena Sá e Costa interpretando o Quinteto de Dvorak com Pedro Burmester, um dos mais célebres discípulos da grande figura portuense. Cumprindo a especial atenção que, desde a sua fundação, o QCM dedica à música portuguesa- por influência de Manuel Dias da Fonseca (mentor do projecto e seu primeiro programador) e de uma verdadeira política cultural autárquica com repercussões inigualáveis no plano nacional- o programa completa-se com a interpretação do 2º quarteto de cordas de António Pinho Vargas, Movimentos do Subsolo, e com o Quarteto nº 2 de Luiz Costa (pai de D. Helena Sá e Costa).
Antes de conquistar em concurso o lugar de quarteto residente do município de Matosinhos, os músicos do QCM trabalharam enquanto quarteto, durante um ano, no Instituto Internacional de Música de Câmara de Madrid, com Rainer Schmidt (do Quarteto Hagen, que consideram a sua maior influência). A temporada de dez concertos que Matosinhos lhe garante anualmente foi a condição necessária para que o QCM pudesse encontrar-se com o nível de excelência que perseguiu desde o primeiro momento.
Fora de Matosinhos, o QCM tem-se apresentado em diversas salas de concerto em Portugal e Espanha, tendo já interpretado mais de 100 obras de cerca de 50 compositores, com especial ênfase na música do grande repertório e na música portuguesa. Em concerto apresentou a obra integral para quarteto de cordas de Mozart, Schumann e Mendelssohn, tendo em curso a interpretação das integrais de Haydn, Beethoven e Brahms.
O rigor do trabalho do QCM é cada vez mais reconhecido nacional e internacionalmente, tendo sido recentemente escolhido como Rising Stars para a temporada de 2014/15 da European Concert Hall Organisation (ECHO). Esta nomeação garantirá ao agrupamento uma digressão de 10 concertos pelas mais prestigiadas salas de concerto integradas nesta rede europeia, de que fazem parte a Fundação Calouste Gulbenkian e a Casa da Música.  
Os compromissos mais próximos do QCM incluem o lançamento de um disco de música portuguesa (obras de Telmo Marques, Paulo Ferreira Lopes e Eduardo Patriarca), a participação num festival de Madrid dedicado exclusivamente à interpretação da música de Beethoven, bem como a participação nos Festivais Internacionais de Música de Espinho e da Póvoa de Varzim.”

Scroll Up