György Kurtág

Publicado em biografias - compositores

Nasceu em Lugos, na Roménia, em 1926. Em 1940 estudou piano com Magda Kardo e composição com Max Eisikovits em Timisoara. Estudou composição com Sandor Veress e Ferenc Farkas, piano com Pal Kadora e música de câmara com Leo Weiner, na Academia de Música de Budapeste.
Em 1957 foi para Paris, onde estudou com Marianne Stein, e fez cursos de composição com Messiaen e Milhaud. Ao voltar para a Hungria, começou a leccionar música de câmara no Conservatório de Budapeste.
As influências mais marcantes na sua obra provêm de Bartók, Webern e Stockhausen. A partir de 1959, Kurtág define uma linguagem musical muito pessoal, dotada de um extremo rigor, influenciada pelos idiomas pós-webernianos, nos quais introduz certas polarizações tonais e uma coloração muito particular que se devem, muito particularmente, à utilização do cimbalão em muitas das suas obras.
Com obras como Os sermões de Peter Bornemisza, Mensagens da falecida Senhora Troussova e Stele, Kurtág impôs-se como um dos compositores mais significativos da música húngara actual.

(última actualização: Dezembro de 2000)