Franco Donatoni

Publicado em biografias - compositores

DONATONINascido em Verona a 9 de Junho de 1927, a educação musical de Franco Donatoni começou na escola secundária da sua cidade natal, sob a orientação de Piero Bottagisio, tendo mais tarde estudado composição com Ettore Desderi no no Conservatório Giuseppe Verdi de Milão, e com Lino Liviabella no Conservatório G. B. Martini de Bolonha. Em 1949 Donatoni completou o Curso de Composição e Orquestração para Banda. Em 1950 obteve um outro diploma em Música Coral, e em 1951 outro diploma em Composição. Em 1953 diplomou-se  no Curso Superior de Composição de Ildebrando Pizzeti, na Academia Nacional de Santa Cecília, em Roma. Frequentou os Cursos de Verão de Darmstadt em 1954, 1956, 1958 e 1961. Foram-lhe atribuídos os seguintes prémios: Liège, 1951 (Quartetto); Radio Luxembourg, 1951 (Concertino) e 1953 (Sinfonia para Cordas); ISCM, 1961 (Puppenspiel, para orquestra); Marzotto, 1966 (Puppenspiel nº 2, para flauta piccolo e orquestra); Koussevitsky, 1968 (Orts, para 14 instrumentos); Psacaropoulo, 1979 (Spiri, para 10 instrumentos).
As obras de Donatoni estão publicadas pelas seguintes casas editoras: Zanibon de Padua, Schott de Londres, Boosey & Hawkes de Londres, Suvini Zerboni de Milão (de 1958 a 1977) e Ricordi de Milão (desde 1977). De 1953 a 1978 Donatoni ensinou nos Conservatórios de Bolonha, Turim e Milão. Actualmente é o responsável pela cadeira de Composição na Academia Nacional de Santa Cecília em Roma, e desde 1970 que também ensina Composição na Academia Chigiana de Siena. Lecciona ainda na Civica Scuola em Milão, na Academia Perosi em Biella, e na Academia Forlanini em Brescia. Tem feito seminários sobre a sua música nos E.U.A., Suíça, França, Espanha, Holanda, Israel. Em 1990 o Festival Settembre Musica de Turim dedicou-lhe uma série de concertos. Em Setembro de 1991 foi convidado pelo Elision Ensemble para uma série de seminários no Instituto Cultural Italiano em Melbourne, Austrália. É membro da Academia Nacional de Santa Cecília e da Academia Filarmónica Romana. Em 1985 foi-lhe conferido o título de comendador da Ordes desArts et des Lettres pelo Ministro Francês da Cultura.

(última actualização: 1998)

9. Junho. 1927 – 17. Agosto. 2000