Salvatore Sciarrino

Publicado em biografias - compositores

Salvatore SciarrinoO compositor siciliano Salvatore Sciarrino nasceu em Palermo em 1947.
Foi um músico bastante precoce, e também autodidacta. Começou a compor aos cinco anos, sob a tutela de Antonino Titone. Mais tarde estudou com Turi Belfiore e encontrou-se com Franco Evangelisti. A primeira execução pública de uma das suas obras foi em 1962 durante a quarta edição da semana internacional de nova música em Palermo.
Contudo, Sciarrino considera a sua música escrita entre 1959 e 1965 como pertencente a um período de aprendizagem imaturo. Ao completar os seus estudos clássicos, mudou-se para Roma, e depois para Milão. Mais tarde fixou residência em Città di Castello.
Foi vencedor de vários prémios de composição internacionais. Entre 1976 e 1996, ensinou nos conservatórios de Milão, Perugia e Florença e deu master classes. Entre 1978 e 1980 foi director artístico da Ópera de Bolonha.
Compôs obras para o Teatro alla Scala, RAI-Radiotelevisione Italiana, Maggio Musicale Fiorentino, Bienal de Veneza, Teatro La Fenice, Ópera de Genua, Arena de Verona, Festival delle Nazioni, festivais de Schwetzingen, Witten, Salzburg, Wien Modern, Wiener Festwochen, Berliner Festspiele Musikbiennale, Holland Festival, Concertgebouw, Orquestra Sinfónica de Londres e muitas outras instituições em Itália e no estrangeiro.
Entre as suas últimas obras destacam-se: para orquestra - Soffio e forma, I fuochi oltre la ragione; para piano e orquestra - Recitativo Oscuro, Il clima dopo Harry Partch; teatro musical - Luci mie traditrici, Infinito nero, Terribile e spaventosa storia del Principe di Venosa e della Bella Maria; música de câmara - Muro d’orizzonte, Cantare con Silenzio, Un fruscio lungo trent’anni, 2 risvegli e il vento, Quartetto n.7; para piano - V Sonata, 4 Notturni; para flauta - L’orologio di Bergson, Morte Tamburo; para acordeão - Vagabonde blu.

A sua primeira visita a Portugal ocorre em Dezembro de 2000, a convite das Jornadas Nova Música.

[http://www.salvatoresciarrino.eu/]

(última actualização: Dezembro de 2000)