Dimitris Andrikopoulos

Publicado em biografias - compositores

Dimitris Andrikopoulos 01Nascido em Larissa (Grécia, 1971) Dimitris Andrikopoulos estudou Viola d ́ Arco e de Teoria Musical, obtendo em 1989 os diplomas em Harmonia e em Orquestração de Orquestra de Sopros. Em 1992, em Atenas, diplomou‐se nos cursos de Viola d ́Arco e de Contraponto. Prosseguiu os seus estudos na Holanda, na Escola Superior de Artes de Utrecht com Ron Ephrat. Em 1996, obteve o diploma de professor de viola d ́arco e, dois anos mais tarde, o diploma de solista na Escola Superior de Artes de Maastricht, com H. Guittard.
Enquanto violetista, concluiu em 2000 a pós-­graduação em Música de Câmara, com estudo de repertório de Século XX. 
No mesmo período, iniciou-se no estudos da composição na Escola Superior de Música e Dança de Roterdão, com Klaas de Vries. Em Maio de 2004, concluiu a pós-­graduação em Composição, sendo-lhe atribuído atribuído o Prémio de Composição da Escola Superior de Música e Dança de Roterdão.
Um dos seus interesses principais é a interacção das diferentes disciplinas na música, principalmente a combinação da música acústica e electrónica.
 Foi seleccionado como Participante Activo para o "Centre Acanthes 2005", em Metz, onde trabalhou com W. Rihm, P. Dusapin e A. Solbiati. A sua obra Nyx, para orquestra, foi executada no Concerto Final pela Orchestre National de Lorraine. Colaborou com vários grupos, em diversos países europeus, como o Asko Ensemble, Mondrian Quartet, Remix Ensemble, Nederlands Ballet Orkest, Orchestre National de Lorraine, Orquestra Nacional de Atenas, Colors Contemporary Music Group, !Ynx Ensemble, Duo Palmos, Orquestra de Jazz de Matosinhos, Drumming - Grupo de Percussão e intérpretes como Miquel Bernat, Sérgio Carolino, João Barradas, Margriet van Reisen, Lefki Karpodini e Lorenda Ramou, entre outros.
Ganhou vários prémios de Composição como o Primeiro Prémio no concurso NOG para Jovens Compositores, com a obra "Antiparathesis" para Violino e Orquestra, em Maio de 2002. 
Em 2010, foi­‐lhe atribuído o COMPASS Price (Centre for Composition and Associated Studies) da Universidade de Birmingham, para a obra Metamorphoses I, para agrupamento de câmara.
Em 2012 foi-­lhe atribuído o “ITEA / Harvey Phillips Award for Excellence in Composition” para a obra Anathema I, para Contrabass Tuba e Bayan.
 Em 2013, concluiu com sucesso o seu doutoramento em composição na Universidade de Birmingham.
Desde 2004, é docente de composição na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo (ESMAE) do Instituto Politécnico do Porto.

[www.dimitrisandrikopoulos.com]

(última actualização: 2014)