António de Sousa Dias

Publicado em biografias - compositores

7.SousaDiasNasceu em Lisboa em Novembro de 1959. Iniciou os seus estudos musicais com Albertina Saguer. Diplomado com o Curso Superior de Composição (Conservatório Nacional), sob orientação de Constança Capdeville, possui o Mestrado em Ciências Musicais pela Universidade de Paris VIII sob a direcção de Horacio Vaggione onde prepara o doutoramento como bolseiro da Fundação para a Ciência e Tecnologia.
Tem‑se dedicado sobretudo à composição de música para cinema e televisão. Foi professor de Composição na Escola Superior de Música de Lisboa (desde 1987) tendo, também, exercido funções como subdirector (1995-2001). Foi membro do grupo ColecViva dirigido por Constança Capdeville, do qual fez parte como assistente de direcção, síntese de som e percussão desde 1985. Desde 1992 colabora com o Grupo Música Nova (dir. Cândido Lima).
De entre as suas obras destacam-se:
«Dói‑me o luar» (2001); «TêTrês» (2001); «Estranho movimento, para um dia como o de hoje» (2000); «as terceiras...» (1999); «...uma nuvem também.» (1999); «...há dois ou...» (1998); «Le blanc souci de notre toile» (1998); «Komm, tanz mit mir! — dedicada a Constança capdeville» (1997); «Natureza Morta com Ruídos de Sala, Efeitos Especiais e Claquete» (1997); «Gamanço nº1» (1997); «Cinco Circunstâncias para Clarinete e Piano» (1995); «Rumbinação, Definitivamente!» (1994); «... para Dois Pianos / n.2» (1992); «O Jardim das Chuvas de Todo o Sempre» (1991); «Mise en Page» (UPIC 1990); «Objectos no Espaço Perturbados por Corpos Estranhos» (1989); «Estudos para Decoração de Interiores» (1987 - Prémio Lopes Graça 1987); «... para Dois Pianos[/n. 1]» (1986 - Prémio Lopes Graça 1987). Cinema: Curtas metragens: «Processo Crime 141/53» (2000);  «Detectim» (1991). Longas metragens: «Santo António de Todo o Mundo»(1996); «Chá Forte com Limão» (1993), «O Altar dos Holocaustos» (1992), «A Maldição de Marialva» (1989), «Transparências em Prata» (1988), «Fernando Lanhas — Os Sete Rostos» (1988), «Os Emissários de Khâlom» (1987), «Os Abismos da Meia-Noite» (1984). Teatro: «Rumor» (1996); «Estilhaços» (1989).

(última actualização: 2002)