música & teatro

Escrito por Diana Ferreira ligado . Publicado em Blog AnT

Esta semana retoma-se a 'Música no Museu', com o tema 'Música e Teatro'. João Martins é o primeiro convidado do ciclo.

bannBlogAinda mal habituado ao silêncio (o Aveiro_Síntese terminou no sábado passado), o Museu Arte Nova volta a oferecer noites inspiradas pela música, desta vez em associação a outra arte do palco.

Assinalando o 400º aniversário da morte de William Shakespeare (abril. 1564 – 23.abril. 1616), a Arte no Tempo promove o já há algum tempo esperado ciclo ‘Música e Teatro’, cuja primeira sessão será orientada por João Martins.

Músico e sonoplasta, associado à companhia de teatro Visões Úteis (VU) e com um percurso deveras singular que vai muito para além das bandas sonoras que tem desenvolvido, João Martins (1977) é também membro fundador da Arte no Tempo. A sua presença na abertura deste ciclo justifica-se, porém, pela qualidade do seu trabalho, que apresentará na primeira pessoa.

«Por ocasião da estreia de “trans/missão”, a mais recente criação do Visões Úteis, em 2015, numa conversa pública a propósito das colaborações que sustentavam esse projecto e da natureza dos processos criativos, pude (re)afirmar, em jeito de balanço dos últimos 15 anos, que alguns dos momentos mais marcantes do meu percurso como criador de bandas sonoras, eram também alguns dos momentos mais embaraçosos, no meu percurso como músico: baladas pop pseudo-adolescentes, riffs de heavy metal, música sintética de elevador, entre outros exemplos mais ou menos cómicos.

Não é exactamente uma piada, nem exactamente coisa nenhuma, a não ser a constatação de que, nesse processo de criar música que sirva a cena, e num contexto dum projecto artístico que não vive da repetição de fórmulas estéticas, a minha reinvenção permanente, como compositor, improvisador, construtor de instrumentos e o que mais houver, resulta dum compromisso real com a identidade do espectáculo.» [João Martins]

Para além de colaborar com a VU desde 1998, desenvolveu outros formatos de performance na paisagem e é uma figura activa da música experimental e improvisada desde 1996, somando diversas colaborações nacionais e internacionais. Além do seu trabalho criativo, João Martins desempenha funções de docência na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo e na Academia Contemporânea do Espectáculo.

O ciclo ‘Música e Teatro’ estende-se até 5 de Maio, prosseguindo na próxima semana com outro nome absolutamente incontornável do teatro actual: André e. Teodósio. Sempre à quinta-feira, às 21h30, no Auditório do Museu Arte Nova (entrada pelo Largo da Praça do Peixe).

 

[a partir do texto que será publicado no Diário de Aveiro de 14 de Abril de 2016]